segunda-feira, março 12, 2007

Boletim Meteorológico #6

És tu a primavera que eu esperava
A vida multiplicada e brilhante,
Em que é pleno e perfeito cada instante


Promessa, Sophia de Mello Breyner

1 Comments:

Blogger Jorge Cardoso said...

Esperei durante anos pela primavera. Mas a Primavera que idealizara nunca chegara. Os meus anseios e desejos trouxeram a cada um dos meus dias singulares, névoa, chuva e frio. O Inverno tinha-se transformado em algo quase eterno e redutor. Algo banal do dia-a-dia. Aos poucos apercebi-me que tinha exteriorizado e procurado a Primavera onde ela não poderia sobreviver. Num dia de Inverno, não diferente dos outros, apercebi-me que a Primavera tinha sempre estado comigo, dentro de mim, em mim. Foi então que deixei de procurar e foi então que encontrei o que procurava…

6:17 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home