sexta-feira, setembro 24, 2004

Já Se Adivinha

[Eu sei que os meus poderes de adivinhação andam em baixo, mas ainda assim arrisco]

Os noticiários centrados na morte da Joana, levando o caso até à exaustão. Hão-de chamar psicólogos para fazerem perfis e caracterizarem dinâmicas (ou a inexistência delas) familiares. E entrevistar vizinhos, parentes e conhecidos, que jurarão há muito terem percebido que aquilo acabaria por suceder. E talvez até encontrem a parteira, que garantirá que logo no parto se viu que a mãe não amava a filha.
E é claro que não podem falhar aquelas perguntas junto de quem gostava da Joana: "Como é que se sente?", "Ficou muito triste com a morte da Joana?", "A Joana era muito especial para si?".
Isto para já não mencionar as descrições detalhadas a que seremos sujeitos, quando o corpo for encontrado: informação estatística precisa sobre o número de cortes, de nódoas negras, de esfoladelas; descrição à la Eça de Queirós do estado do corpo... Reconstituição do crime. Talvez a façam em filme: maravilhas da informática!
Serei só eu a ter saudades dos noticiários que não se inspiravam no Big Brother?!

2 Comments:

Blogger Gonçalo Pinto said...

Amiga, concordo contigo até à última letrinha, como te disse ainda agora! Sinceramente, deixei de ver noticiários há algum tempo e agora percebo porquê. Que triste ver durante dias e dias as mesmas imagens, as mesmas frases, os mesmos depoimentos de tudo o que há de pior neste pequeno país. Não pode haver uma história, de facto, dramática e que tratada de forma séria seria interessante ver e analisar, para logo fazerem disso uma novela deprimente. Gozam com as pessoas, a começar pelos que mais directamente sofrem com as situações e fazem deles actores de um filme que nunca pediram para entrar. E depois, quando aquilo já não "vende", saltam para outra com o maior das arrogâncias. Fazem tudo ao contrário, estes jornalistas...

9:08 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

O meu momento preferido são os directos, para "actualização das últimas notícias", em que a reporter de exteriores diz: "haaaaaa....por aqui não há desenvolvimentos e bláblábláblá...continuaremos a seguir o caso deste crime brutal" informação? Sensacionalismo puro?

Sara Serra

6:32 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home